Destaque Galeria de Fotos Notícias

Prefeitura de Frei Paulo realiza campanha do Setembro Amarelo

Com o objetivo de combater o suicídio, a Prefeitura Municipal de Frei Paulo, por meio das Secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social, está realizando neste mês a campanha de Defesa da Vida.

O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio, com o objetivo direto de alertar a população a respeito da realidade do suicídio no Brasil e no mundo e suas formas de prevenção. O suicídio é considerado um problema de saúde pública e mata 1 brasileiro a cada 45 minutos e 1 pessoa a cada 40 segundos em todo o mundo.

As equipes do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF) da Secretaria de Saúde de Frei Paulo juntamente com a Secretaria de Assistência Social e Secretaria de Educação programou diversas atividades para alertar a comunidade frei paulistana sobre a importância de debater o assunto.

Havia uma ideia tempos atrás que o suicídio não poderia se falar porque seria uma forma de incentivo, no entanto, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) a orientação pode salvar vidas.

“Por meio da conscientização que estamos realizando nas unidades do CRAS em todo o município, a população ficará atenta e conseguirá identificar quem precisa de ajuda, é um trabalho de suma importância para todos. ” Ressaltou a Secretária de Assistência Social, Herlânia Teles. Ainda de acordo com a ela, a intenção é dar um alerta nestes medos e tabus na sociedade.

Segundo o site G1.globo.com, no Brasil, o índice de suicídios perde apenas para homicídios e acidentes de trânsito entre as mortes por fatores externos (o que exclui doenças). Em todo o mundo, entre os jovens, a morte por suicídio já é mais frequente que por HIV. Entre idosos, assim como entre pessoas de meia-idade, as incidências também avançam.

Um dos estudos mais completos sobre o tema, feito pelos pesquisadores Daiane Borges Machado e Darci Neves dos Santos, da Universidade Federal da Bahia (UFBA), analisou dados do Sistema de Informações sobre a Mortalidade Brasileira (SIM), Datasus e IBGE entre os anos 2000 e 2012 no Brasil.

As pessoas que mais se suicidaram foram as menos escolarizadas, indígenas (132% mais casos que na população em geral) e homens maiores de 59 anos (29% a mais que as outras faixas etárias).

A campanha promoverá no próximo dia 23 a partir das 08h00, a Caminhada Pela Vida, com concentração na Praça de Eventos João Alves Oliveira (Praça da Feira), e às 14h00 na Exposição Agropecuária com o objetivo de promover panfletagem e discussão de conscientização sobre o tema.

Deixe um Comentário